A maçã que não é da Apple é um paradoxo que pode destruir todo o Universo da Era Digital.
Um camponês japonês cara-de-pau, concebeu um caminho alternativo para crescer naturalmente com suas maçãs Fuji, superando Jobs Cia. que não tem horta e não planta maçã.
Sua técnica é muito simples, consiste em aplicar um adesivo Apple ou iPod no dito fruto um mês antes da colheita.
Meninas se aplicam autocolantes enquanto curtem o sol para obter temporariamente tatuagens, mas eu nunca tinha ouvido sobre essa técnica para fazer a mesma coisa com os frutos. Adorei!
.
.

Acompanhe a saga da Maçã que não é da Apple no Cult of Mac e informações do camponês japonês e mais fotos no Nobon.
Categorias: Design

Adirson Allen

evangelista de tecnologia, designer de tendências e cool hunter