Antes de falar de Eletricidade Peer to Peer, podemos argumentar se foi James Watt, Thomas Edison ou Nikola Tesla quem criou a rede elétrica que levou ao desenvolvimento de nossa civilização moderna, onde a energia, e a energia elétrica em particular, é central para a maioria dos aspectos do esforço humano.

O advento da rede elétrica nos forneceu energia barata e abundante, mas o controle da indústria ficou nas mãos de algumas grandes empresas e formuladores de políticas.

Apesar da proliferação de dispositivos de energia localizada, como geradores solares fotovoltaicos, aparelhos controláveis ​​e tecnologias emergentes de armazenamento. Junto a preferência das pessoas por consumir energia de fontes renováveis, a moderna indústria de fornecimento de eletricidade opera da mesma forma que antes, com o controle da produção, do transporte e do varejo de eletricidade permanece nas mãos de poucas corporações e formuladores de políticas.

Mas agora o mercado de energia também é impactado pela tecnologia Blockchain que garante total transparência e confiabilidade. Assim as pessoas estão prontas para assumir o controle de suas necessidades de energia. Tudo o que elas precisam é o acesso aos mercados e as ferramentas para exercer sua escolha de maneira simples e transparente.

A eletricidade entre pares é simplesmente permitir que indivíduos conectados à rede comercializem eletricidade entre si.

Serão condomínios, bairros e outros onde é permitido que as pessoas comprem e vendam eletricidade diretamente. Os consumidores terão a oportunidade de escolher não apenas o tipo de eletricidade que desejam comprar, mas também o quanto estão dispostos a pagar.

Do outro lado da equação, as pessoas que geram eletricidade podem definir seus próprios preços, em vez de obter o que os grandes fornecedores de eletricidade lhes dão. Mas não apenas isso, eles podem escolher para quem vendem, talvez apenas para fornecer gratuitamente para membros da família ou trabalhar juntos dentro de uma comunidade para reduzir os preços da eletricidade.

Isso criará um mercado genuíno e justo, onde as pessoas terão escolha sobre o que fazem com a eletricidade que produzem, e escolhas reais sobre quem elas pagam para gerar eletricidade para elas.

Peer to peer electric significa fazer negócios com pessoas reais, não com grandes empresas de eletricidade.

Em muitos países, um número significativo de famílias já produz e exporta sua eletricidade para a rede para uso por seus vizinhos.

A Localvolts permitirá que esses indivíduos decidam a que preço desejam vender sua energia e para quem. Da mesma forma, os consumidores poderão escolher seu próprio fornecedor de energia, seja ele vizinho, amigo ou gerador preferencial no país.

A SunContract é uma empresa baseada em Blockchain que é pioneira na descentralização do setor de energia – adaptando-a para maximizar o bem-estar do homem comum, ao invés de serviços públicos. O modelo de negócios da empresa é conectar diretamente os pares em um mercado de energia aberta, eliminando a empresa intermediária, para que o comércio de eletricidade P2P ocorra de forma eficiente entre as duas partes, sem a necessidade de um intermediário.

A Startup Open Utility da UK anunciou a plataforma Piclo, para vendas de eletricidade ponto a ponto. Ela permite que os proprietários de configurações renováveis ​​de pequena escala vendam seu excesso de eletricidade diretamente para usuários comerciais locais, tornando mais fácil, mais justo e mais econômico se envolver em microgeração.

WePower uma plataforma de energia sustentável e baseada em Blockchain. A proposta da startup baseada na Espanha é permitir que pequenos produtores de energia, por exemplo aqueles que moram em casas com painéis solares, possam vender o excedente para uma rede maior que a de distribuição oficial e a preços competitivos.

Uma empresa holandesa chamada Vandebron tem prestado um serviço similar nos Países Baixos desde 2014. Originou-se da crença na mudança positiva. Assim tornar o mercado de energia mais sustentável, mais justo e mais transparente.

Porque ao mudar para uma energia realmente do bem, você faz um impacto.

Quanto mais pessoas mudam, mais impacto fazemos.

É assim que vamos quebrar paradigmas do mercado de energia!

Scroll Up