Em primeiro lugar, temos Ethereum, aquele que começou tudo.

É assim que o site da Ethereum define:
“Ethereum é uma plataforma descentralizada que executa contratos inteligentes: aplicativos que funcionam exatamente como programados, sem qualquer possibilidade de tempo de inatividade, censura, fraude ou interferência de terceiros. Esses aplicativos são executados em um Blockchain personalizado, uma infraestrutura global compartilhada extremamente poderosa que pode movimentar valor e representar a propriedade da propriedade”.

Mas em termos mais simples, a Ethereum está planejando ser a melhor plataforma de software do futuro. Se o futuro é descentralizado e Dapps se tornar comum, então Ethereum tem que sair na frente e no centro dele.

A Ethereum Virtual Machine ou EVM é a máquina virtual na qual todos os contratos inteligentes funcionam no Ethereum. É uma máquina virtual de 256 bits Turing Complete simples mas poderosa. Turing Complete significa que, dados os recursos e a memória, qualquer programa executado no EVM pode resolver qualquer problema.

A seguir um pequeno roteiro com informações para entender como funciona Ethereum.

Scroll Up