Em um mercado tão global e competitivo, a inovação constante nos produtos e serviços oferecidos por uma empresa é uma questão de sobrevivência. Essa inovação não se restringe ao produto, pois uma empresa deve buscar a inovação como diferencial em seus processos de trabalho e relacionamento com seus clientes.

Inovar, entretanto, é fácil de se dizer, mas não é algo fácil de se fazer. É necessário muita inspiração, pensamento criativo estimulado, liberdade de expressão, comunicação e uma coisa muito importante, que é a vontade de experimentar. Contudo, exercitar tais habilidades em um mundo tão sério e cheio de pré-julgamentos é muito difícil. Não somos estimulados a pensar diferente, “normal” é quem pensa igual a todos.

Design Thinking é um movimento mundial que busca resgatar estes valores que perdemos na transição da infância para a vida adulta, ou seja, a possibilidade de brincar com as possibilidades da forma mais criativa possível. Pode ser considerado um “framework” com o objetivo de buscar soluções que facilitem na solução de problemas.

O processo de criação e inovação não precisa ser necessariamente caótico, existe um caminho a ser seguido para exercitar nossa criatividade e inovar sempre.

A seguir um pequeno roteiro com informações para entender como funciona Design Thinking.

Scroll Up