Em 2009, o mercado de criptografia não foi levado a sério e apenas os segmentos geeks e nerds de plantão apoiaram. No entanto, hoje cresce tão drasticamente que a concorrência com dinheiro físico e outros ativos financeiros mais tradicionais está se tornando real.
Hoje mesmo aqueles, que eram bastante céticos quanto à criptografia, entendem que o investimento em Tokens acaba por ser mais rentável do que outras opções do cenário financeiro.
Qualquer Blockchain Dapp começa com um Token, a unidade econômica que permite que este aplicativo funcione e oferece incentivos suficientes para que todos possam criar e usar um determinado serviço.
Tokens ilustram a dinâmica de um efeito de rede distribuída, mas há um problema de quem vem primeiro, o ovo ou a galinha, pois como você obtém um Token para obter o valor suficiente para começar a rede, quando a sua aplicação está apenas começando?
Os empreendedores Blockchain encontraram a solução para esse problema, insanamente complexa e atraente é ela a mecânica de ICO.

O que é ICO?
ICO é a abreviatura de Initial Coin Offering (Oferta Inicial de Moeda), isso significa que alguém oferece aos investidores algumas unidades de uma nova criptomoeda ou um cripto-token em troca de Bitcoin ou Ethereum, na maioria das vezes.
Desde 2013, as ICOs são frequentemente usadas para financiar o desenvolvimento de novas criptomoedas, levantar capital para que o projeto se torne realidade.
Um meio ainda não regulamentado no Brasil, pelo qual os fundos são criados para um novo empreendimento de criptografia. Uma oferta inicial de moedas (ICO) é usada por startups para ignorar o rigoroso, regulamentado e burocrático processo de captação de capital exigido por capitalistas de risco ou bancos.

Vamos explicar com mais alguns detalhes, essa tal de ‘Initial Coin Offering (ICO)’.
As ICOs são normalmente anunciadas em fóruns de criptomoedas, como no Bitcointalk, redes sociais, divulgação via email marketing e outros. O tópico do anúncio contém informações importantes sobre o projeto, como um whitepaper, metas do projeto, cronogramas para a ICO e desenvolvimento do projeto, equipe envolvida, experiência anterior dos membros da equipe, características notáveis do projeto e outros detalhes da ICO.
Os fundos são normalmente coletados em Bitcoin, seja por meio de um endereço público global (caso em que os participantes precisam enviar o Bitcoin de um endereço para o qual eles controlam a chave privada) ou criando contas de cada participante e fornecendo-lhes um endereço Bitcoin exclusivo.
A dinâmica específica de uma ICO pode variar, normalmente incluem algumas semanas de arrecadação de dinheiro, pelo menos, e podem até aumentar dependendo da demanda. Ocasionalmente, algumas ICOs, vão limitar o valor máximo angariado. Uma porcentagem pequena de tokens é reservada geralmente para recompensas, campanhas publicitárias e até para os desenvolvedores da iniciativa.
Uma vez que a ICO é concluída e o projeto lançado, os investidores e entusiastas recebem suas moedas e assim que uma Exchange (casa de cambio / casa de troca) listar no seu cartel a nova criptomoeda, ela poderá ser vendida, trocada por outras moedas, ou simplesmente guardadas nas respectivas carteiras.

Os primeiros investidores na operação geralmente são motivados a comprar os “criptocoins” na esperança de que o plano se torne bem sucedido, depois o que poderia se traduzir em um valor de “criptocoína” maior do que o que ele comprou antes do início do projeto. Um exemplo de um projeto de ICO bem sucedido que foi lucrativo para investidores iniciais é a plataforma de contratos inteligentes chamada Ethereum, que possui Ethers como tokens de moedas. Em 2014, o projeto Ethereum foi anunciado e a ICO arrecadou US $ 18 milhões em Bitcoins ou US $ 0,40 por Ether. O projeto começou a rodar em 2015, e já em 2016 o valor do Ether aumentou até US $ 14 com uma capitalização de mercado de mais de US $ 1 bilhão. Outros bons exemplos, Stratis uma das ICOs mais lucrativas que demonstrou crescimento em 151.082%, o preço de tokens inicial foi de US $ 0,007, seu valor aumentou para US $ 10,58 no prazo de um ano, outro Spectrocoin mostrou um aumento de 18.707%, o preço subiu de US $ 0,001 por um token (preço inicial) para US $ 0,15, a dinâmica Storj foi de 17.700%, $ 0,010 inicial para US $ 1,77, e Golem demonstrou crescimento de 4.963%, os tokens aumentaram de US $ 0,01 para US $ 0,5 em menos de um ano.

As ICOs são semelhantes com IPOs e crowdfunding, no caso IPOs, uma participação da empresa ou iniciativa é vendida para arrecadar dinheiro para as operações, no entanto IPOs lidam com os investidores, e as ICO lidam com apoiadores que desejam investir em um novo projeto. Um evento de crowdfunding são basicamente doações, e as ICOs diferem do crowdfunding, na medida em que os primeiros patrocinadores são motivados por um retorno prospectivo de seus investimentos, por estas razões, as ICOs são referidas como crowdsales.
Embora existam transações de ICO bem-sucedidas registradas e as ICOs estão relacionadas na maioria das vezes com ferramentas inovadoras e disruptivas da era digital, os investidores são alertados para serem cautelosos, pois algumas campanhas ICO ou crowdsale são realmente fraudulentas. Como esses agentes de angariação de fundos não são regulados por autoridades financeiras, como a Securities Exchange Commission (SEC) ou Comissão de Valores Mobiliários (CVM), os fundos perdidos devido a iniciativas fraudulentas podem nunca serem recuperados.
Vamos ouvir muito sobre as ofertas iniciais de moedas nos próximos meses, pois a tendência aponta que os investidores apostem cada vez mais dinheiro em moedas virtuais recém criadas. Nos últimos meses, algumas ICOs levantaram dezenas de milhões de dólares e o mercado de criptografia como um todo movimentou cerca de US $ 140 bilhões. Algumas ICOs foram para projetos sérios tentando resolver problemas técnicos difíceis. Outras pareciam pouco mais do que tentativas cínicas de ganhar dinheiro com o boom especulativo.

Os especialistas dizem que provavelmente estamos numa bolha, mas rebatem que isso não é necessariamente uma coisa ruim. Pois podemos olhar as bolhas como sendo socialmente produtivas. Em momentos de bolha o capital alocado pode produzir inovações e mudanças de paradigmas, em vez de melhorias incrementais nas tecnologias existentes. Exemplo da bolha PONTO COM que gerou muitas empresas falidas, mas também criou Amazon, eBay e Google.
Algo muito parecido está acontecendo no mundo Blockchain, e essa história começou com o sucesso de Ethereum, vendo esse sucesso, muitos outros fundadores de criptografia seguiram a mesma mecânica nos últimos dois anos. Os criadores de ICOs tendem a vir do mundo da criptografia, e os investidores Blockchain são mais propensos a levar um projeto a sério se for liderado por veteranos de projetos anteriores.
As ICOs geralmente funcionam por alguns dias, mas algumas das mais populares foram interrompidas em horas ou minutos, uma vez que rapidamente alcançaram seu alvo de angariação de fundos. As pessoas investem em novas ICOs na esperança de entrar no piso térreo do próximo Bitcoin ou Ethereum, assim como os investidores nas IPOs do final da década de 1990 esperavam que estivessem comprando ações do próximo Yahoo.

Share on Facebook1Pin on Pinterest0Share on LinkedIn1Share on Google+0Tweet about this on Twitter